As 10 mulheres mais poderosas do mundo da tecnologia

, , No Comments

Faz muito tempo que o sucesso no mundo dos negócios deixou de ser exclusividade dos homens. A cada dia, mais mulheres ocupam cargos altos nas empresas e, embora a igualdade de salários não seja uma realidade global, existem muitas delas que deixaram para trás grandes executivos e tornaram-se grandes nomes nos mais diversos campos de trabalho.
No mundo da tecnologia não é diferente: milhares de mulheres ao redor do mundo ganham cada vez mais destaque em suas funções, seja na indústria ou no setor de prestação de serviços. Recentemente, a Forbes (revista americana conhecida pelos rankings dos mais ricos e influentes do mundo) preparou uma lista das mulheres mais poderosas dentro de empresas de tecnologia. Neste artigo, separamos as 10 que mais detêm poder em suas mãos.


Sheryl Sandberg (@sherylsandberg)


As 10 mulheres mais poderosas do mundo da tecnologia

 (Fonte da imagem: Reprodução/LSE)


Foram quatro anos sendo diretora de operações no Facebook até que Sheryl Sandberg fosse chamada em junho deste ano para integrar a diretoria da empresa. Ela foi o primeiro membro feminino a compor a mesa e conta com cerca de US$ 1 bilhão em ações da empresa.

Ginni Rometty

As 10 mulheres mais poderosas do mundo da tecnologia  
(Fonte da imagem: Reprodução/Bloomberg)
Ginni Rometty é mais uma mulher a estrear o espaço feminino na diretoria de uma grande empresa de tecnologia. Depois de 30 anos trabalhando na IBM, Rometty assumiu como CEO em janeiro deste ano. Ela já vinha sendo listada como uma das 50 mulheres mais poderosas no mundo dos negócios pela revista Fortune e chegou a aparecer por sete vezes consecutivas no ranking.

Ursula Burns

As 10 mulheres mais poderosas do mundo da tecnologia  
(Fonte da imagem: Reprodução/NY Daily News)
Faz três anos que Ursula Burns é CEO na Xerox, e ela tem feito tentativas constantes de transformar a Xerox em uma empresa prestadora de serviços, não ficando mais restrita à venda de impressoras e cartuchos de tintas. A história de Burns é extremamente inspiradora: ela começou na companhia em 1980, em um simples estágio de verão no setor de engenharia. Anos depois ela seria a primeira mulher negra a ocupar um alto cargo entre as maiores empresas dos Estados Unidos.

Meg Whitman (@MegWhitman)

As 10 mulheres mais poderosas do mundo da tecnologia  
(Fonte da imagem: Reprodução/Forbes)
Em 2010, Meg Whitman deixou de lado as eleições para governador na Califórnia e assumiu um trabalho que pode ser considerado ainda mais desafiador: atualmente, ela é CEO da HP e tem responsabilidades gigantescas dentro da companhia. Com ações em declínio, a HP é atualmente a empresa com a pior performance no índice Dow Jones. Segundo Whitman, deve levar cerca de cinco anos para que a Hewlett-Packard se reestabeleça.

Marissa Mayer (@marissamayer)

As 10 mulheres mais poderosas do mundo da tecnologia  
(Fonte da imagem: Reprodução/Glamour)
Marissa Mayer foi a 20ª pessoa a ser empregada pelaGoogle, mas ela surpreendeu o mundo da tecnologia em julho: trocou o cargo na Gigante de Mountain View e agora é CEO do Yahoo. A geek de apenas 37 anos entrou na Google em 1999 e é uma das mais jovens na lista da Forbes.

Susan Wojcicki

As 10 mulheres mais poderosas do mundo da tecnologia 
 (Fonte da imagem: Reprodução/Forbes)
Susan Wojcicki é o grande nome por trás de todos os produtos de publicidade da Google: ela comanda AdWords, AdSense, Analytics e DoubleClick. Com isso, ela é responsável por nada menos do que 96% da receita da empresa em 2011 – foram US$ 37,9 bilhões provenientes dos produtos comandados por Wojcicki. As raízes de Susan no Google são fortes: ela alugou sua garagem para Sergey Brin e Larry Page quando o Google não passava de uma ideia de sistema de buscas, em 1998. Wojcicki foi a 16ª funcionária da empresa e, de quebra, sua irmã casou-se com Brin. Além de tantas responsabilidades, ela ainda tem tempo para cuidar de seus quatro filhos.

Safra Catz

As 10 mulheres mais poderosas do mundo da tecnologia (Fonte da imagem: Reprodução/Forbes)
O currículo de Safra Catz é, indiscutivelmente, invejável. Ela é presidente da Oracle desde janeiro de 2004 e faz parte da mesa diretora da empresa desde 2001. Se ainda não fosse o bastante, Catz teria mais um trunfo para contar pontos: ela foi CFO (Chief Financial Officer) da empresa entre os anos de 2005 e 2008. Na Oracle desde 1999, Safra Catz é, inclusive, diretora do HSBC Group.

Cher Wang

As 10 mulheres mais poderosas do mundo da tecnologia  
(Fonte da imagem: Reprodução/Want China Times)
Cofundadora e presidente da HTC, Cher Wang é filha do falecido YC Wang, ícone de negócios de Taiwan. Ela seguiu os passos do pai e tornou-se uma das mulheres mais influentes e ricas no mundo da tecnologia. Apesar de ter passado por períodos difíceis entre batalhas judiciais e guerras de patentes com Apple e Samsung, Wang comemorou os 15 anos da HTC confiante, dizendo que desafios fazem parte dos negócios.

Padmasree Warrior (@Padmasree)

As 10 mulheres mais poderosas do mundo da tecnologia 
 (Fonte da imagem: Reprodução/Forbes)
Você provavelmente já deve ter ouvido falar sobre a Cisco, afinal, ela é a maior fabricante do mundo de acessórios de redes de computadores. O destino da companhia também está nas mãos de uma mulher: Padmasree Warrior é Diretora de Tecnologia e Estratégia da Cisco e rumores dizem que ela está sendo preparada para substituir o topo e tornar-se CEO da empresa. John Chambers já disse recentemente que está trabalhando ativamente em seus planos de sucessão.

Sue Gardner (@SuePGardner)

As 10 mulheres mais poderosas do mundo da tecnologia  
(Fonte da imagem: Reprodução/Wikipedia)
Sue Gardner fecha a lista mostrando que um trabalho bem feito pode ser a chave para o sucesso. É possível dizer que a Wikipedia tornou-se um serviço totalmente novo após a chegada de Gardner como diretora-executiva à Wikimedia, empresa por trás da Wikipedia. Em 2007 a companhia contava com apenas 10 funcionários e cerca de US$ 3 milhões em doações anuais. Em 2011 o número de doadores já havia aumentado quase 10 vezes, totalizando US$ 23 milhões doados.
Grandes passos foram dados por Gardner, que conseguiu parcerias essenciais, como a isenção de taxas de navegação ao usar a Wikipedia cedida por empresas de telecomunicações. O benefício está prestes a atingir milhares de pessoas na África, Ásia e Oriente Médio.
Fontes: ForbesCNN


Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/tecnologia/29652-as-10-mulheres-mais-poderosas-do-mundo-da-tecnologia.htm#ixzz25nlsxhBR