Curiosidades sobre Resident Evil

, , No Comments

Uma das maiores franquias do mundo dos games está prestes a receber mais um capítulo esta semana. Resident Evil 6 marca o retorno de grandes protagonistas da franquia e a estréia de outros personagens. Ao longo de sua trajetória de sucesso, muitas curiosidades marcaram o começo da série. Confira uma lista com as dez principais:

Chris e Sheva formavam a dupla principal de Resident Evil 5. (Foto: Divulgação) (Foto: Chris e Sheva formavam a dupla principal de Resident Evil 5. (Foto: Divulgação))Resident Evil 5 (Foto: Divulgação)







1 – Tofu, o queijo assassino
Pense em um personagem bizarro. Não sei em quem você pensou, mas tenho certeza de que ele não é mais bizarro que Tofu, o protagonista secreto de Resident Evil 2. Se não bastasse o fato de o personagem ser um enorme pedaço de queijo que anda, ele ainda possui braços e carrega consigo uma faca.

Muitos fãs não gostaram do personagem, alegando que era um humor desnecessário à franquia. Mas, ao mesmo tempo, esses mesmos jogadores admiravam a dificuldade do modo com o "queijão". Munido apenas com a sua arma e uma velocidade reduzida, você precisava fazer milagres para sobreviver aos ataques dos zumbis e outras criaturas em corredores apertados e repletos de inimigos.
2 – Mistura de filme e jogo
O primeiro Resident Evil marcou a história dos games por diversos fatores. Entretanto, nenhum deles foi mais marcante do que as cenas filmadas com atores reais. Atuações ruins à parte, essas cenas apresentavam um realismo impressionante e ajudavam a manter o clima de filme de terror no jogo.
 
Curiosamente, Resident Evil ganhou uma adaptação para os cinemas em 2002. O primeiro e o segundo filme até dividiram opiniões, mas os outros longas da série foram massacrados pela crítica e pelos jogadores da franquia. Resta saber se o próximo filme, Resident Evil: Retribuição, vai mudar essa opinião.
3 – Versão Director's cut
Resident Evil também foi um dos pioneiros a apresentar uma versão do seu jogo com apenas algumas modificações. Na época, quem possuía o primeiro jogo, sentia-se tentado a comprar o novo título que trazia novas localizações de determinados itens.
Resident Evil Director's Cut (Foto: Divulgação)Resident Evil Director's Cut (Foto: Divulgação)
Vale lembrar que a Capcom mantém até hoje essa postura de lançar posteriormente o mesmo jogo com alguns itens adicionais. O mais recente foi Resident Evil 5 Gold, que adicionava duas novas missões ao jogo. E prepare-se, pois a nova versão do jogo também contará com dezenas de downloads.
4 – Staaaars
Nos games, algumas falas acabam simplesmente entrando em nossas cabeças e não saem de lá por nada. Com Resident Evil, o vilão Nemesis foi responsável pela frase mais “chiclete” da franquia ao urrar a palavra Staaaarrr.

Nemesis na verdade é uma arma bio orgânica criada pela Umbrella para eliminar os sobreviventes do time da S.T.A.R.S., por isso o motivo de sua insistência. Além de papagaio de pirata, o grandalhão tem fama de ser um dos chefes mais chatos da franquia, porque, quando menos esperamos, ele surge do nada.
5 – Chris bombado e Jill com apliques
Conforme as franquias evoluem, é normal que os personagens mudem de aparência. Porém, Chris Redfield é o maior exemplo de que o tempo só fez bem à sua saúde. Isso porque, desde sua aparição em Resident Evil Code Veronica, o personagem manteve a forma em boas academias. Ou pelo menos é o que imaginamos, afinal, Chris voltou em Resident Evil 5 com muitos músculos a mais.
Chris bombado e Jill com apliques (Foto: Reprodução )Chris bombado e Jill com apliques (Foto: Reprodução )
E se não bastasse, outro personagem que também resolveu dar um upgrade na aparência foi Jill Valentine. A bela protagonista de Resident Evil 1 e 3 ficou mais loira e com cabelos mais longos. O corpo de Jill também está com mais curvas do que a primeira versão. Também, pudera, pois na época em que o jogo foi lançado não havia tecnologia o suficiente para modelar o corpo da bela heroína.
6 – Malditos quebra-cabeças
Tirando os zumbis, não há nada mais característico nos primeiros Resident Evil do que seus puzzles complexos. Por exemplo: para abrir uma simples porta, era necessário juntar peças de um objeto, cujos pedaços foram espalhados pela casa. Depois de encontrados, eles precisam ser encaixados em um determinado local e, assim, liberar uma certa chave para abrir uma porta e seguir caminho. Ufa! Difícil, né?
Puzzles da franquia Resident Evil (Foto: Reprodução)Puzzles da franquia Resident Evil (Foto: Reprodução)
A verdade é que hoje eles praticamente sumiram de Resident Evil. A Capcom cada vez mais opta por uma ação frenética em vez da complexidade dos quebra-cabeças. Isso gera uma certa revolta nos fãs, principalmente aqueles que acompanharam a evolução – ou retrocesso – da série.
7 – Sustos e mais sustos
No começa da era 32 bits, era difícil imaginar que um jogo para os consoles poderia gerar uma tensão do início ao fim na mesma proporção de assistir a um filme de terror no cinema. Mas a Capcom surpreendeu e conseguiu colocar todos esses elemento em Resident Evil, em que boa parte desse conceito é referente à forma com que determinados eventos acontecem.

Seja um zumbi abrindo um armário, corvos quebrando janelas, ou até mesmo o vilão Nemesis surgindo do nada no melhor estilo Jason em Sexta-Feira 13. Para piorar a situação dos jogadores mais sensíveis, surgiram os joysticks com função de vibração. Sendo assim, quando você menos espera, uma tremedeira começa em suas mãos e toma todo o seu corpo!
8 – Recompensas depois de zerar
Zerar Resident Evil sempre teve um gostinho a mais. Desde o primeiro game da franquia, dificilmente alguém terminou o jogo apenas uma vez. Isso porque o jogo conta com uma espécie de recompensas que vão desde terminar o jogo no nível mais difícil, até concluir a aventura dentro de um determinado tempo.
Roupas eram um dos principais "presentes" em Resident Evil (Foto: Reprodução)Roupas eram um dos principais "presentes" em Resident Evil (Foto: Reprodução)
As recompensas em sua maioria são itens como armas infinitas ou trajes inusitados. Mas, em outros jogos, era possível liberar minigames, como as missões com Hunk e Tofu em Resident Evil 2 e o modo Mercenaries em Resident Evil 3.
9 – Poderosa Rocket Launcher
O lança-mísseis é uma das armas de maior poder de fogo já fabricadas na história. E, por mais que ela seja um item conhecido em jogos de ação, foi em Resident Evil que ela se tornou popular.
Rocket Launcher (Foto: Divulgação)Rocket Launcher (Foto: Divulgação)
Boa parte desse sucesso deve-se à batalha final contra Tyrant, em que Chris detona o vilão com um tiro certeiro – com direito a múltiplos ângulos de visão. Nos outros jogos da série, a arma acabou tornando-se um item secreto ou uma espécie de prêmio caso o jogador terminasse o game dentro das especificações.
10 - Akuma em Resident Evil 2?
Um dos maiores mistério do mundo dos games envolvia o segundo capítulo da franquia e o lutador da série Street Fighter: Akuma. Esse alvoroço começou quando a revista americana EGM publicou uma foto que mostrava o personagem em Resident Evil 2. E, se não bastasse tamanha surpresa, a publicação ainda alegava que Akuma não usava armas, apenas golpes e o famoso Hadouken.
Montagem com Akuma em Resident Evil 2 (Foto: Reprodução)Montagem com Akuma em Resident Evil 2 (Foto: Reprodução)
Para conseguir tal proeza, a revista dizia que o jogador precisava completar o ranking A seis vezes seguidas. Na sétima jogada, era preciso digitar o código AKUMA no laboratório um pouco antes do confronto final com William Birkin. Claro que tudo não passava de uma brincadeira, mas mesmo assim, muitos jogadores alegam ter conseguido jogar com o personagem!