Ex-funcionária da loja da Apple ‘trocou’ Mac por cirurgia plástica

, , No Comments

Uma loja da Apple no shopping center NorthPark, em Dallas, nos Estados Unidos, ficou famosa por ser “a mais corrupta” do mundo. Um artigo publicado pelo Gizmodo entrevistou dois "Genius" que trabalharam no local, em busca de histórias curiosas sobre o local. Mas o que foi revelado por “Ronald” e “Jake” foi muito mais do que se esperava. Por exemplo: havia uma funcionária que “trocava” produtos por cirurgias plásticas.
Loja da Apple no NorthPark foi vítima de acusações graves (Foto: Reprodução)Loja da Apple no NorthPark foi vítima de acusações graves (Foto: Reprodução)
De acordo com a entrevista de um dos rapazes, Jake, a gerente corporativa da região comandava a loja como se fosse o seu playground pessoal. A funcionária foi demitida, acusada de usar métodos injustos de contratação, dar tratamento especial aos favoritos e realizar atividades suspeitas na loja. Esta gerente teria dado grandes descontos em produtos Apple para um cirurgião plástico em troca de uma operação de redução do estômago.
Mas não era somente a mulher, não identificada, que praticava “pequenos delitos” na loja. Segundo Jake, os próprios Genius, como são chamados os funcionários das App Stores, não eram nem um pouco confiáveis. O ex-funcionário garante que algumas pessoas quebravam iPhones de propósito para entrarem no estoque em busca de reposição e tentarem desviar uma ou outra peça. Além disso, os funcionários realizavam até transações falsas para obterem produtos da Apple
Jake acrescentou que o comportamento dos seus ex-colegas não era nem um pouco exemplar. Na loja, havia funcionários que iam trabalhar bêbados e alguns funcionários de uma central de atendimento da Apple usavam frequentemente cocaína no emprego.
Além disso, boa parte dos Genius danificava os aparelhos de clientes que eram mal educados. O próprio Ronald disse que já fez o HD de um usuário de skate. O motivo? Ouviu do comprador que ele estava cheirando mal. Até mesmo um mural com ironias aos clientes foi criado na parte traseira da loja.
Depois da repercussão da reportagem do Gizmodo, diversos outros ex-funcionários da App Store do NorthPark entraram em contato com a página para dar razão a Ronald e Jake, enquanto outros afirmaram que estes casos não passavam de delitos isolados e que não representavam o espírito do estabelecimento.