iTunes completa 12 anos em uma relação de amor e ódio

, , No Comments

iTunes, famoso reprodutor e central de mídia da Apple, completou doze anos de existência nessa quarta-feira (9). Nesse período, a história do aplicativo foi marcada por elogios e reclamações por parte de seus usuários. Curiosamente, nessa mesma data também se comemora o lançamento do primeiro iPhone no ano de 2007.

Itunes completa 12 anos (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Itunes completa 12 anos (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)
Desenvolvido com base no SoundJam MP, um aplicativo comercial muito popular para reprodução de MP3 distribuído pela empresa de software Casady & Greene, a história do iTunes começou quando a Apple comprou os direitos do programa e contratou os três programadores que o criaram.
Quando foi lançado no início de 2001, o iTunes 1.0 ainda era basicamente o SoundJam MP com a adição da habilidade de gravar CDs e uma maquiagem na interface. Já em 21 de fevereiro de 2001 foi lançada a versão 1.1, que adicionou ao programa o suporte para gravadores externos, um gerador de efeitos visuais melhorado.
Grandes melhorias só viriam em novembro do mesmo ano com o suporte ao iPod, gravação de CD de MP3 e suporte a tags ID3 e metadata em Unicode. Apesar da rápida evolução, somente a partir de 2003 que o iTunes passou a ter uma versão para o sistema operacional Windows. A demora possivelmente foi causada pela insistência da Apple em investir apenas em seu próprio sistema operacional, o Mac OS X.
Evolução junto com os gadgets da empresa
iTunes para Windows demorou a ser lançada (Foto: Reprodução/Osnews)iTunes para Windows demorou a ser lançado
(Foto: Reprodução/Osnews)
A Apple adicionou uma série de recursos nas versões subsequentes, mas boa parte da evolução do iTunes aconteceu por causa dos lançamentos dos aparelhos da Apple (iPod, iPhone, iPod touch e iPad) e das reclamações de seus usuários: Desde o inicio muita gente já reclamava de ter que usar o programa para comprar (na iTunes Store) e sincronizar suas músicas com o computador e isso aumentou ainda mais com a chegada das outras lojas online da Apple (AppStore, iBookstore) que transformaram o aplicativo no centro de gerenciamento de mídias e backups dos proprietários de gadgets da Apple. Essa “amarração” só diminuiu com a chegada do iCloud, que possibilitou aos usuários guardarem e sincronizarem suas compras com a nuvem.
Mesmo depois disso, muitos ainda reclamavam dos bugs e principalmente da interface do programa, que para alguns era “estranha” e dificultava seu uso. A solução para isso veio a partir da versão 11, lançada no final de 2012, depois de diversos atrasos. Nessa versão a interface do programa foi totalmente remodelada em uma tentativa de ajustar o programa ao seu atual papel no ecossistema da Apple e atender as reclamações dos usuários.
iTunes 11: Interface totalmente diferente (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)iTunes 11: Interface totalmente diferente (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)
Atualmente o iTunes, independentemente do amor ou ódio dos usuários, ainda é muito importante para quem usa um iPad, iPhone ou iPod. Ele também continua sendo uma peça chave no ecossistema da Apple, que vai muito além de vender aparelhos, livros, músicas ou aplicativos. E você? qual sua relação com o iTunes?