Quem usa aplicativos de dieta e fitness emagrece mais

, , No Comments

 
Crédito: Thinkstock

Os aplicativos de smartphones que auxiliam no emagrecimento se tornaram uma boa ferramenta de incentivo nas dietas. Além de servirem para calcular as calorias que você ingere, os apps também trazem programas de exercícios e outras instruções para ajudar na perda de peso. Agora, uma pesquisa constatou que eles realmente funcionam.

Pesquisadores americanos dizem que esses aplicativos podem realmente ajudar. Mas eles não fazem o trabalho sozinhos, é claro. Assim como em qualquer dieta, a força de vontade é o que conta mais para o sucesso dos resultados.
De acordo com o estudo da Universidade de Northwestern, que foi divulgado no Daily Mail, a utilização de um aplicativo móvel que acompanha a alimentação e a atividade física ajudou as pessoas a perderem uma média de 15 quilos e mantê-las assim por pelo menos um ano.
Os pesquisadores dizem que este é o primeiro estudo a mostrar que a tecnologia aliada a um programa existente de perda de peso pode produzir um emagrecimento acompanhado. Mas só o aplicativo não foi o suficiente para ajudar, pois a tecnologia só teve resultado quando seus usuários também frequentaram aulas de exercício físico e palestras sobre nutrição.
"O aplicativo é importante porque ajuda as pessoas a regular seu comportamento, o que é realmente difícil de fazer", disse Bonnie Spring, líder do estudo e professora de medicina preventiva da Escola de Medicina da Universidade de Northwestern. A especialista ainda complementou: “A maioria de nós não tem ideia de quantas calorias consumimos e a quantidade de exercícios que fazemos. O aplicativo lhe dá um feedback sobre estas questões e ajuda você a tomar decisões inteligentes”, afirma.
O estudo, publicado no Archives of Internal Medicine, incluiu 69 adultos com sobrepeso e obesos, que tinham uma idade média de 58 anos. Todos os participantes tiveram aulas de educação em saúde sobre nutrição, exercícios e mudança de comportamento duas vezes por mês, durante os primeiros seis meses, e uma vez por mês para o resto do ano.
Cada participante recebeu uma meta de calorias semanais que deveriam consumir com base em seu peso atual e as metas de atividade físicas por semana com base em seu nível atual de exercícios. Enquanto um grupo registrou sua alimentação e atividade no papel, o outro usou um aplicativo móvel para transmitir seus dados a um treinador comportamental, que monitorou as informações e forneceu retorno por telefone por 15 minutos, duas vezes por mês.

Aqueles que usaram o aplicativo e participaram em 80% das aulas sobre nutrição perderam até 15 quilos e mantiveram a perda em um ano. Aqueles que assistiram as palestras sobre alimentação saudável, mas não usaram o aplicativo, não tiveram uma perda significativa de peso. Quer conhecer mais sobre alguns apps para entrar em forma? Confira um artigo especial neste link