Xbox One chega em novembro aos EUA por US$ 500; veja novos jogos

, , No Comments
O Xbox One chega em novembro aos Estados Unidos, custando US$ 500, revelou a Microsoft nesta segunda-feira (10), durante o primeiro dia da maior feira de games do mundo, a Electronic Entertainment Expo (E3).
Não foi revelada data de lançamento no Brasil nem o preço do aparelho para o país.
Com lançamentos de peso para o novo console, o Xbox One, a Microsoft deu a partida pela primazia entre os consoles de nova geração contra a japonesa Sony, dona do PlayStation 4.
Antes de mostrar os games, a empresa apresentou alguns detalhes sobre o Xbox Live. Assinantes Gold receberão dois jogos grátis por mês nos Estados Unidos. Detalhes de como isso funcionará no Brasil não foram revelados.
Agora a Xbox Live agora não terá mais limites de amigos. Os “Microsoft Points” não serão mais usados, substituídos por dinheiro real para compras on-line.
Metal Gear Solid 5
Os destaques da apresentação dessa segunda-feira foram “Metal Gear Solid 5”, que abriu o evento, seguido por “Battlefield 4” e “TitanFall”. As surpresas ficaram com “Halo 5” e “Killer instant”.
"Metal Gear 5" é um game em mundo aberto, onde o jogador, na pele de Snake, pode dirigir diversos veículos para se locomover. Ardiloso, o personagem pode ficar à espreita à distância para surpreender os inimigos. O game foi considerado muito difícil de ser terminado.
Cenas de "Halo 5", game apresentado para Xbox One. (Foto: Reprodução)Cenas de "Halo 5", game apresentado para Xbox One. (Foto: Reprodução)
Battlefield 4
O "Battlefield 4" é um dos games que mostra o poder gráfico do Xbox One. Durante a exibição do jogo, o equipamento de som falhou e o público começou a perder a paciência. O produtor do jogo ficou sem graça, mas, quando as imagens foram exibidas, o público norte-americano vibrou.
Em comparação a “Battlefield 3”, o game apresenta um salto no visual. Efeitos de luz e fumaça deixam tudo mais bonito e realista. Os cenários também se modificam em tempo real. A ação é intensa, com muitos tiros e explosões.
Para quem gosta de saber detalhes dos gráficos, o game roda a constantes 60 quadros por segundo, sem nenhum engasgo. O primeiro pacote de mapas do game, “Second Assault”, chega primeiro ao Xbox One.

Imagens do game "Battlefield 4", apresentado nesta segunda-feira (10) pela Microsoft, durante a feira de games E3. (Foto: Reprodução)




TitanFall
Antes de encerrar a conferência, a Microsoft mostrou mais uma surpresa: o game “TitanFall”, do estúdio Respawn, que permite usar robôs gigantes nos combates.
Do tipo futurista, "TitanFall" permite jogar no chão ou com o robô. Abandoná-lo durante combates também será possível.
A pé, o jogador pode dar saltos altos e usar movimentos de "le parkour", além de usar armas como metralhadoras e bazucas. Apesar de poderem ser utilizados, os robos são os grandes inimigos e apenas bazucas podem eliminá-los.
As máquinas se locomovem mais lentamente, mas possuem certas habilidades, como usar poder magnético para parar balas e podem pegar inimigos humanos e jogá-los para longe.
Outros games
As produtoras Namco Bandai e From Software mostraram o game de RPG "Dark Souls 2", para os jogadores hardcore. Promete trazer ainda mais dificuldade em março de 2014.
Durante o evento, também foi apresentado o game “Ryse”, para Xbox One. O game tem visual similar ao de filmes de animação por computador e traz para a tela muitos elementos ao mesmo tempo. São soldados lutando e pedaços de navios que explodem pelos ares.
Durante os momentos de maior ação, no entanto, “Ryse” tem queda na taxa de quadros por segundo, o que mostra que ele ainda está em estágio precoce de desenvolvimento. Dá a impressão de que essas cenas rodam em “slow motion”.
Um dos jogos antigos levados ao palco pela Microsoft foi “Killer Instinct”, exclusivamente para Xbox One. Lançado na década de 90 para fliperamas, Nintendo 64 e Super Nintendo, o game é um dos jogos de luta mais populares.
A Microsoft mostrou também o novo “Sunset Drive”, um game com visual de cartoon, que tem como objetivo explorar a cidade escalando prédio, enfrentando monstros com armas inusitadas como uma que usa discos como munição.
No novo “Forza 5”, o foco são os carros da McLaren. A inteligência artificial do game foi criada para parecer que são seres humanos dirigindo, passíveis de cometer erros e manobras incríveis. As partidas on-line terão um tratamento especial. Permitirão a ciação de carros e corridas com amigos e com a família.
No novo “Dead Rising 3”, o objetivo é enfrentar zumbis em um mundo aberto, onde é possível ir para onde quiser.
Nos momentos de aperto, um sinalizador chama a atenção da horda de mortos-vivos. Mas utilizar uma metralhadora é muito mais eficiente para matá-los, como destaca o produtor. Há centenas de armas que podem ser modificadas ao serem acoplados objetos, como martelos e motosserras, que causam um efeito devastador nos inimigos.
Durante a conferência, o game de RPG “The Witcher 3” foi exibido ao vivo pela primeira vez. O jogo rodará em um mundo aberto e dará total liberdade ao jogador para poder fazer suas escolhas ao longo da história. A intenção do “The Witcher 3” é que o mundo tenha vida, com muitos personagens. Os combates serão dinâmicos, não haverá pausa entre a exploração e o combate.
A Micrososft não esqueceu as crianças. Em “Project Spark”, é possível criar cenários e novos elementos por meio de comandos de voz. Usando um tablet com a tecnologia "smartglass", o jogador pode aprimorar o cenário e escolher a hora do dia em que a cena irá se passar. As criações podem se compartilhadas com os amigos. Com o mundo criado, o personagem entra em ação. Uma vila pode ser construída em segundos.
A Microsoft também apresentou “Crimson Dragon” e "Quantum Break".
Via G1